Café Patita: a dose certa de gulodice

Receitas para fazer em qualquer cozinha e por qualquer cozinheiro, desde o mais habituado a pôr a mão na massa àquele para quem o ovo estrelado continua a ser um desafio. Só é preciso ter imaginação, vontade de experimentar e a dose certa de gulodice. Sim, porque todas as receitas são doces. E assim a recompensa sabe melhor.

Café PatitaAs instruções são muito claras, orientam a execução das receitas e incitam, aqui e ali, a um certo pisar o risco, a experimentar novas variações ou combinações diferentes. No fundo, cada receita deixa sempre uma porta aberta para que o resultado também seja um bocadinho nosso.

Mas o que interessa mesmo aqui é o momento, a boa disposição e provar que a cozinha não tem que ser complicada e que pode, efectivamente, ser para todos. E estas receitas são o guião ideal. Sem equipamentos especiais, técnicas complicadas ou ingredientes difíceis de encontrar, o Café Patita fica bem em qualquer cozinha. E o resultado final é sempre doce e reconfortante e divertido. E isto é viagem que pode ser feita a sós ou em boa companhia. É como preferir, mas se partilhar, sabe ainda melhor.

O Café Patita é da autoria de Patrícia Furtado, com prefácio de Nuno Markl, Valter Hugo Mãe e do chefe José Avillez. A edição é da Divina Comédia e o prazer é todo seu. Bom apetite.

Fotos: Café Patita